1 de out de 2009

UM GREMISTA COM ALMA CASTELHANA ENTRA NA HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO

No dia 7 de agosto de 1971, São Paulo e Grêmio se enfrentaram pela primeira edição da competição no estádio do Morumbi. Ironicamente, o primeiro gol daquela partida e da história do Brasileirão foi marcado por um gremista com “alma castelhana”.Nascido em Santa Fé em 7 de abril de 1948, o atacante Nestor Leonel Scotta (não confunda com Hector Horácio Scotta, seu irmão), que atuava apenas com o último sobrenome, brilhou naquela partida e tem seu nome registrado na história do Grêmio e do futebol brasileiro . Revelado pelo Union Santa Fé, principal time da província onde nasceu, Scotta começou sua carreira profissional em 1968. E por lá permaneceu até o ano de 1970, quando despertou o interesse do gigante River Plate.Do time da capital argentina, o jogador veio para o Grêmio dando o ponta-pé para entrar na história do futebol brasileiro. Scotta morreu no dia 8 de janeiro de 2001, com apenas 53 anos de idade. Veja abaixo o time do Grêmio naquele jogo.


Em pé: Jair, Espinosa, Torino, Ari Ercilio, Beto Bacamarte e Everaldo.Agachados: Flecha, Caio, Scotta, Gaspar e Loivo. No transcurso do jogo, Chiquinho entrou no lugar do Bacamarte e Chamaco substituiu Caio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário