26 de out de 2009

A CASA CAIU

Foi um domingo pra ser esquecido. Por volta das 13:00h o Luis Moreira, treinador do time de Masters do Grêmio comunicou o editor do blog que haviamos perdido por 1 a 0 para o Esportivo de Bento no CT de Eldorado do Sul e com este resultado o Grêmio foi eliminado nas quartas de final do Campeonato Gaúcho. Era um prenúncio de que as coisas não vão bem lá pela Azenha. A tarde, no segundo minuto do Gre-Nal disputado no Beira Rio, o argentino D'Alessandro, por falta de opção de jogada, arriscou um chute de longa distância para o gol do Grêmio. Bola fácil, defensável. Victor, o melhor goleiro em atividade no futebol brasileiro jogou-se no canto direito para fazer a defesa. A bola caprichosamente quica sobre a linha da pequena área e sobe. Gol do Inter no único chute desferido contra a meta gremista. Pela manhã, lá em Eldorado, o Luis me garantiu que o Grêmio jogava melhor e, como precisava de uma vitória para levar a decisão para os penaltis, colocou o time todo na frente. Numa jogada de contra ataque, o Esportivo marcou seu gol e garantiu a classificação. No Beira Rio a bola ficou a feição para o Grêmio empatar o jogo. Mas o argentino Herrera, diferente do colorado, errou em bola. Um jogador do Grêmio vai pular para um cabeceio e é agarrado acintosamente pela camisa. O juiz não dá nada e o "especialista" de arbitragem da Rádio Gaúcha jura que foi "um lance normal". Menos mal para o futebol que esse cara só apita no rádio e a gente não é obrigado a ouvir seus lúcidos e imparciais comentários. Mas não adianta nada, este era um domingo pra ser esquecido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário